Jornalista do r7 diz que UOL promove raiva contra evangélicos

Este é o título da seguinte matéria: http://noticias.r7.com/blogs/o-provocador/2012/07/18/uol-promove-raiva-contra-evangelicos/

Meus amigos, meus irmãos… olhem como a coisa muda de figura! Alguns posts pra trás eu disse que: será que se fizessemos o mesmo que eles, as coisas andariam do mesmo jeito? Ou será que medidas diferentes seriam tomadas?

Vamos acompanhar e comentar o que o jornalista disse:

“O portal UOL colocou em sua home uma chamada para um vídeo, com o seguinte título: “Evangélicos tentam invadir terreiro em Olinda”. Ao entrarmos na notícia, aparece em destaque: “Intolerência Religiosa”. Porém, ao assistirmos às imagens, só podemos concluir que intolerante é forma como o portal tratou o assunto.”

Muito me estranha isso pois a própria TV record insulta nossos cultos abertamente em seus programas da IURD nas noites e madrugadas e vocês não emitem uma opinião sobre isso, porque?  É claro que se assistir as imagens de forma parcial, sua conclusão será tendencial ao que é de seu agrado.

“Friamente, só é possível ver um babalorixá lançando palavras inflamadas contra um grupo de pessoas que caminha em procissão à sua frente. Invasão? Nenhuma. Nada. Nem mesmo um esboço. Por que tamanho escarcéu?”

Um Babalorixá que teve seu espaço invadido, foi ofendido, ameaçado! Um grupo de pessoas que por acaso resolveu fazer sua procissão a frente de um terreiro e insultar a crença alheia não? Todos tem o direito de culto, mas fica claro no vídeo a revolta do Babalorixá ao ter seu espaço invadido por gritos preconceituosos e ameaças!

É claro que o começo de tudo não foi filmado, ou você acha que os dirigentes vão ficar esperando com uma camera na mão alguém aprontar algo do tipo pra filmar tudinho? Não! Ninguém esperava por tal ato! Quando finalmente o Babalorixá conseguiu pegar uma camera e registrar parte do acontecido, ele assim o fez!

E isso tem muito valor sim, e digo mais: A Record exibe imagens caluniosas aos cultos de matriz afro-brasileira praticamente todos os dias! Ofendem nosso culto e os programados passam em rede aberta, ou seja, quer uma prova? Acho que maior que essa não existe. Ou sua parcialidade por trabalhar pra uma emissora da IURD o proibe de comentar sobre isso?

“O vídeo, gravado pela suposta “vítima”, não corresponde à notícia. Nada justifica o tratamento dado pelo portal. A não ser, claro, que o tal “terrorismo religioso” seja a descarada campanha que o Grupo Folha move contra aqueles a quem elegeu como inimigos.”

É claro que corresponde, seria muita inocência achar que um grupo tão grande de evangélicos gritando a frente de um terreiro de candomblé fosse apenas coincidência… opa, pera lá… inocência ou opinião comprada?

Você cita essa suposta descarada campanha mas esquece de citar a MONSTRUOSA campanha que a IURD move contra as religiões de matriz africana em todos os seus programas! Se isso foi descarado, imagine então o que a IURD faz ofendendo nossas crenças de forma aberta em um canal de TV praticamente todos os dias, o que é isso? Eu respondo: Isso é CRIME!

“Toda manifestação de fé merece respeito quando exercida dentro da lei e da ordem. Espalhar o pânico, patrocinar antipatias, tratar o outro de forma desigual: é isso que a tal reportagem promove.”

É incrível a parcialidade! Você deveria ter vergonha de se vender desse jeito!

Não havia nada de lei e ordem nessa manifestação, sendo que até o Babalorixá foi ameaçado! Onde isso é lei e ordem?

Espalhar o pânico? Patrocinar antipatias? Tratar o outro de forma desigual? Meu caro, tenho que lhe dizer que isso serve PERFEITAMENTE pra record e pra IURD! A IURD espalha o pânico com opiniões preconceituosas emitidas a respeito das crenças de matriz afro, patrocina a antipatia de seus fiéis e do povo que assiste os programas relacionados contra as crenças afro, e principalmente trata nossa crença de forma desigual!

É um absurdo ler o que o senhor escreveu, parece que não sabe onde trabalha, se faz de cego diante da podridão das pessoa que o cercam e que o senhor trabalha, o senhor é totalmente parcial em suas opiniões vendidas!

“Acirrar ânimos contra a população evangélica é uma estratégia perigosa e irresponsável, ainda mais quando encoberta pelo manto de um falso jornalismo. Melhor seria tomar cuidado e respeitar as crenças alheias, para que todas possam conviver pacificamente.”

E acirrar os ânimos contra a população seguidora do Candomblé da Umbanda, Kimbanda, Jurema, Nação… é o que? Pois é isso que a emissora Record faz! Não seja cego!

Não sei como ainda tem coragem de chamar de falso jornalismo após emitir uma opinião que chega a doer os olhos de tão parcial!

Dói mais os olhos ainda ler que sugere respeitar as crenças alheias, sendo que faz parte de uma empresa que NUNCA O FEZ!!!!!

Novamente meus amigos: A Record, o r7, a IURD, são todas do mesmo dono! Lembrem-se que a IURD faz questão de em todos os seus programas, proclamar o ódio e a discriminação contra o povo de santo, nos tratando como demônios e pessoas monstruosas!

NÓS NÃO SOMOS ISSO!

Somos pessoas normais, somos pessoas que temos nossa fé e não julgamos a fé alheia, somos pessoas que vem de cultos de raiz, cultos que existem a milhares e milhares de anos! Nossa crença é ancestral, nossa crença é natureza! Acordem meus irmãos! A Intolerância Religiosa bate cada vez mais forte em nossas costas e muitos ainda acham que é só esperar que vai passar, se não nos mexermos, continuaremos tratados assim! Não merecemos isso!

É isso.

Michel de Ogum

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s